LOADING

Type to search

Barcelona: dicas para visitar o melhor da cidade

Amanda Schenkel
Share

Ah a Espanha, lugar de gente “caliente”, vibrante e donos de uma cultura incrível. Neste post vamos dar as principais dicas para você conhecer o melhor de Barcelona e todos os seus encantos.

Ao contrário do que muitos pensam, Barcelona não é a capital da Espanha. Esse título pertence à Madrid que é também a cidade mais populosa do país. Barcelona é capital da Catalunha, região conhecida por ter uma cultura muito marcante e um idioma diferente do tradicional “castelhano”, falado no restante do país.

Não estranhe se tiver a sensação de ouvir um pouco de português, pois o catalão é uma mistura de espanhol, francês e português. É quase incompreensível para quem fala espanhol. Mas não se desespere! A maioria dos catalões também fala “castelhano”, ou espanhol, e inglês, por ser uma região muito frequentada por turistas do mundo inteiro.

Estive por lá em 2013 e de lá pra cá muita coisa melhorou, por isso, busquei algumas informações pra passar as melhores dicas pra vocês.

PS: Algumas das fotos desse post são montagens, porque em 2013 isso era legal. Me julguem. Hahahaha

Barcelona: quando ir?

Como sempre falamos por aqui, as épocas de baixa temporada costumam ser as melhores não somente pelo custo mais baixo, mas também por terem temperaturas mais amenas. Não é tão legal turistar debaixo do calor intenso ou de um frio congelante, a menos que você esteja na praia ou em uma estação de ski, respectivamente. Em Barcelona não é diferente. Estive lá durante o verão e posso afirmar que o calor é muito forte.

As baixas temporadas são: maio a junho e de setembro a outubro.

Barcelona: quanto tempo ficar?

Não me atrevo a determinar um período máximo pra essa cidade incrível. Pra conhecer as principais atrações turísticas no mínimo 3 dias, mas se quiser viver essa cidade mais intensamente, pelo menos uns 6 dias.

Barcelona: Onde ficar?

Barcelona oferece todo o tipo de hospedagem. Desde hotéis luxuosos, até os chamados bed and breakfast. Escolha a opção que caiba no seu bolso e boa viagem. Clique AQUI e veja opções.

Fique atento à localização da sua acomodação, se conseguir um hotel incrível com um preço muito baixo, certamente você estará muito afastado de onde tudo acontece. Se esse for o seu caso, certifique-se de que próximo haverá uma estação de metrô. Clique AQUI e confira o mapa de estações.

Outro ponto de atenção em relação ao custo, é escolher as baixas temporadas. Especialmente no verão, a cidade triplica o valor.

Como eu havia dito, fomos no auge do verão, por isso, optamos por alugar um quarto em um apartamento. Assim, economizamos e conseguimos ficar bem localizadas, no bairro De Gràcia, bem próximas à uma estação de metrô e também da Sagrada Família, uma das principais atrações turísticas da cidade. Além disso, outra vantagem desse tipo de hospedagem é que você pode ficar amiga do seu anfitrião e pegar várias dicas de coisas legais pra fazer. Foi o nosso caso, o Cesinha é brasileiro e é nosso amigo até hoje.

Barcelona: o que fazer?

Impossível escrever tudo o que você pode fazer em Barcelona. Para isso, precisaria de alguns posts. Por isso, vamos listar aqui algumas das atrações que não podem faltar no seu roteiro.

1 As obras de Gaudí: Falar em Barcelona e não falar em Antoni Gaudí é simplesmente impossível. Um dos arquitetos mais famosos do mundo, tem várias obras espalhadas pela cidade. Você não pode deixar de visitar pelo menos quatro de suas obras:

– Sagrada Família: a igreja projetada por Gaudí, é linda. Mesmo não concluída. Sim, ela começou a ser projetada em 1883 e a previsão de conclusão da obra é 2026. Um curiosidade: diz a história que Gaudí morreu atropelado por um bonde andando de costas na rua em frente à igreja, admirando (ou verificando) sua obra. Por ser uma das atrações mais famosas da cidade, as filas são quilométricas, então aqui vai a dica VPM: comprando seu ingresso no site, você marca dia e hora para a visita. Pra comprar clique AQUI.

– Casa Batló: esta casa, na verdade um prédio, que fica no Paseo de Gràcia, foi encomendada ao arquiteto por José Batlló Casanovas e construída entre 1875 e 1877. Por causa do seu aspecto semelhante a um crânio, os habitantes de Barcelona a chama de “casa dos ossos”. Vale a pena fazer o tour por dentro e ver as ideias – quase malucas – de Gaudí. Para saber mais informações, horários de funcionamento, preços comprar ingressos online clique AQUI.

– La Pedrera (ou Milà): uma das obras-primas de Gaudí e declarada Patrimônio Mundial pela Unesco em 1984, o edifício que parece um grande bloco de pedra (por isso o nome) foi construído entre 1905 e 1907 a pedido de Roger Segimon de Milà. O tour é realmente imperdível! Além de admirar o prédio, que mais parece uma paisagem de outro planeta, com elementos inspirados na natureza, culmina com uma visita ao telhado, que é um verdadeiro museu a céu aberto. Para saber mais informações, horários de funcionamento, preços comprar ingressos online clique AQUI.

– Parc Güell: construído em 1900, como um parque particular, tornado público em 1922 e Declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, o Parc Güell fica no Monte Carmelo, na região do disitrito de Gràcia. Prepare-se para passar bastante tempo no local, pois há muito o que ver. Com muitas árvores em meio às obras cheias de curvas e cores de Gaudí, você provavelmente vai querer fotagrafar quase tudo. Desde a escadaria toda trabalhada, até os pavilhões turísticos, a praça oval, o Caminho do Rosário, e a Torre Rosa, onde Gaudí viveu entre 1906 e 1925 e que hoje é um museu. Leve boné, água e protetor solar, pois o calor pode ser intenso. Para saber mais informações, horários de funcionamento, preços comprar ingressos online clique AQUI.

2. Las Ramblas e Mercat La Boqueria: Passear pelas famosas Ramblas da cidade está em 100% dos roteiros de viagem. São lojas e restaurantes por toda a extensão do grande calçadão. E lá, se encontra o La Boqueria, o mercado público de Barcelona. A Espanha é dona de uma gastronomia incrível, e nesse mercado você vai encontrar vários desses sabores. Uma variedade imensa de barracas com frutas, os famosos “Jamóns”, os presuntos espanhóis, queijos, frutos do mar. Há restaurantes servindo os pratos típicos e as barracas que vendem a “Tapas”, petiscos servidos nos bares e restaurantes do país.

3. Camp Nou, o estádio do Barcelona: Para aqueles que amam o futebol, esse é um passeio obrigatório. O tour passa por todas as áreas do estádio do Barça, inclusive o campo. Tem também um museu interativo muito bacana, vale a pena mesmo que você não seja um aficionado pelo esporte. Para saber mais informações, horários de funcionamento, preços comprar ingressos online clique AQUI.

4. Barceloneta: o bairro onde fica a principal praia é cheio de barzinhos servindo tapas e restaurantes que servem as tradicionais paellas. Tem um calçadão enorme e que convida para uma atividade física. A vida noturna é bastante agitada por lá.

5. Montjüic: A Montanha de Montjüic é um mirante de onde se pode ver a cidade do alto e tirar lindas fotos! Para chegar lá em cima você pode ir a pé, transporte público ou de teleférico O lugar é cheio de atrações turísticas, mas destacamos estas:

– Anel Olímpico: o nome que se deu à área que compõe algumas instalações que foram criadas para as Olimpíadas de 1992, como a Torre de Comunicações, o Estádio Olímpico e o Palau Sant Jordi.

– Museu Nacional de Arte da Catalunha: o edifício lindíssimo, com uma vista maravilhosa da cidade, conta com mais de 250 mil obras de arte de gênios mundiais, como os espanhóis Dalí, Goya, Picasso e Velásquez. Para saber mais informações, horários de funcionamento, preços comprar ingressos online clique AQUI.

– Fundação Joan Miró: para quem gosta de arte moderna, é imperdível! O museu tem um acervo riquíssimo sobre a carreira do principal artista catalão. São mais de 140 obras, entre desenhos, esculturas e seus famoso quadros. Para saber mais informações, horários de funcionamento, preços comprar ingressos online clique AQUI.

– Fonte Mágica de Montjüic: a Fonte Mágica é uma das atrações mais populares de Barcelona. Construída para a Exposição Internacional de 1929, ela fica na avenida que parte da Plaza Espanya e sobe até o Palau Nacional. Após o sol se pôr, um espetáculo de luz, cores e som, coordenado com jatos d’água em mais de 50 movimentos que encantam milhares de pessoas todos os dias. Confira o horário do espetáculo no site da prefeitura de Barcelona. O show só não acontece entre início de janeiro e meados de fevereiro.

Essas são apenas algumas das dicas sobre essa cidade maravilhosa, mas Barcelona merece alguns posts sobre ela! Teremos, aguardem!!!

Mais Espanha no Vai Para o Mundo

Se quiser conhecer outros destinos bacanas na Espanha, clique AQUI e leia as dicas das nossas viajantes sobre Pueblos Blancos e Mallorca.

Tags:
Amanda Schenkel
Amanda Schenkel

A carioca mais gaúcha que existe. Apaixonada por comunicação, descobriu após sua primeira Eurotrip a paixão por viajar e a partir daí, entendeu que seu propósito de vida é conhecer a maior quantidade de lugares, provar a maior quantidade de sabores e conviver com a maior quantidade de pessoas.

    1

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

%d blogueiros gostam disto: